segunda-feira, 23 de outubro de 2017

No Pará é assim que se come o açaí

Com peixe frito ou com farinha e açúcar.



Esqueça aquela pasta gelada, coberta por frutas e granola, comum em todo o Brasil (Que aliás, acho fantástica.) Na Amazônia, terra do açaí, o fruto é consumido de forma diferente. E, garantem os paraenses, o modo amazônico é muito melhor.
O açaí é onipresente em Belém. A cada esquina há uma loja especializada no produto, que está em todos os momentos da vida local. Pode ser no café da manhã, servido com açúcar e farinha. Pode ser no almoço, junto com um prato enorme de peixe frito. O açaí, para os paraenses, é quase o feijão do povo amazônico. Ou mais que isso. “Chegou ao Pará, parou; tomou açaí, ficou”, diz um provérbio local que virou música.

E é assim há séculos. Diz a lenda que o açaí foi descoberto por uma tribo indígena que vivia na região de Belém, antes da cidade nascer. Com dificuldade de alimentar os membros da tribo, o cacique determinou que todas as crianças que nascessem deveriam ser sacrificadas, diminuindo a quantidade de estômagos para alimentar.
E foi assim por algum tempo, até que a filha do cacique ficou grávida. O bebê também foi sacrificado, gerando uma tristeza enorme na mãe, que chorou por dias, até ouvir um choro de bebê em resposta. O barulho de criança vinha de uma palmeira repleta de frutos negros. Assim os índios descobriram o açaí e a tribo passou a ter alimento suficiente.
Os portugueses chegaram, o choque de culturas aconteceu e muita coisa mudou. Menos o açaí, que permaneceu com lugar cativo em todas as mesas do Pará. Para você ter uma ideia, uma grande área ao lado do Ver-o-Peso, o porto mais antigo da cidade, é dedicada somente para o desembarque do açaí.



No Pará o açaí pode quase tudo, pode servir como café da manhã, almoço, lanche, com farinha e açúcar ou mesmo puro é uma delícia, e eu posso te garantir que depois de saborear o Açaí no Pará, você nunca mais vai esquecer.

Açaí e seus benefícios à nossa saúde

O Açaí é o fruto do açaizeiro, Ele é fruta tipicamente brasileira e de grande importância econômica no nosso país. O Açaí cresce nas florestas tropicais da Amazônia do Brasil. O Açaí é uma fruta rica em proteínas, fibras, lipídios e uma excelente fonte das vitaminas: C, B1 e Vitamina B2. O açaí também é rico em Fósforo, Ferro e Cálcio.

Açaí - A fruta

-Na Prevenção do Câncer: O Açaí contêm antocianinas, um tipo de antioxidante que desempenhar um papel importante na prevenção do câncer. As antocianinas estão presentes em todas as bagas (elas são responsáveis pelas cores preto, vermelho e roxo do açaí) Estudos realizados mostraram que eles podem ter um efeito preventivo e significativo sobre o câncer.

-No combate ao colesterol: Um estudo publicado na revista Nutrição, descobriu que ratos alimentados com dietas ricas em gordura, juntamente com a polpa do açaí tinham níveis mais baixos de colesterol LDL (“mau”) do que os ratos que foram alimentados com dietas ricas em gordura, sem polpa de açaí. As antocianinas no açaí também podem ajudar a reduzir níveis de colesterol.

-Benefícios do Açaí Para a Saúde do Coração: Estudo revelam que o suco de açaí protege contra a aterosclerose (endurecimento das artérias), inibindo a produção de citocinas pró-inflamatórias. Os benefícios de redução do colesterol mencionados acima também contribuem para o papel do açaí na manutenção de um coração saudável.

-Como antioxidantes: Estudos realizados sobre o Açaí roxo foi encontrados altos níveis de atividade antioxidante. Os Antioxidantes são benéficos porque lutam contra os radicais livres, com isso há uma grandes baixas nas quantidades associadas com as taxas de câncer, doença cardíaca e derrame.

-Benefícios ao Sistema imunológico: Os antioxidantes no açaí, incluindo altos níveis de Vitamina C, pode ajudar a impulsionar o sistema imunológico.

-Como Anti-inflamatório: Houve alguns resultados promissores em estudos que mostram que o açaí pode ajudar com os sintomas de doenças devido à inflamação crônica, como asma e doenças auto-imunes. Um estudo revelou que o açaí pode ser um inibidor de COX-1 e COX-2 inibidor natural, o que significa que ele pode ajudar a inibir a dor e a inflamação, sem os efeitos colaterais ou prescrição de COX-1 e COX-2.

Açaí - A árvore
-Açaí na Prevenção do Envelhecimento: Os antioxidantes no Açaí podem ajudar a reduzir os efeitos do envelhecimento. Flavonóides e antocianinas protegem as células dentro do corpo e pode reduzir a degeneração das células, ajudando a manter o corpo saudável e jovem.

-Para Perda de Peso: Empresas que vendem açaí afirmam que muitas vezes ele acelera o metabolismo. Embora contém aminoácidos que se acredita ser essencial para um metabolismo saudável, ainda há muito pouca evidência científica para provar que comer Açaí há uma ajuda na perda de peso. Dito isto, bagas do Açaí são muito ricas em fibras e pobre em calorias e qualquer alimento com essas qualidades, quando consumidos em lugar de lanches carregados de calorias, ele ajuda a pessoa a manter um peso saudável.

OBS: O açaí NÃO transmite doença de chagas como afirma alguns sites maliciosos.

domingo, 22 de outubro de 2017

Mastruz e seus grandes benefícios à saúde

O mastruz, mastruço, ou erva-de-santa-maria, pode ser utilizado no tratamento de problemas respiratórios gerais, em casos de rouquidão ou mesmo câimbras. seu nome científico é Chenopodium ambrosioides, nativas da América Central Sul, suas folhas têm um tom escuro de verde e as flores têm um tom esbranquiçado. Possui um cheiro forte (agradável para alguns e desagradável para outros) e chega a crescer até 70 cm.
A planta pode ser encontrado em lojas especializadas em produtos naturais.



Sua constituição química inclui lepidina, polifenóis, flavonoides, alcaloides, ferro, arsênico e também vitamina C. Assim, é possível afirmar que o mastruz é excelente expectorante, cicatrizante, antifúngico, antiviral e etc. Pela vitamina C, poderá tratar sintomas de gripe e também casos de escorbuto. Além disso, é altamente recomendado para aqueles que procuram a eliminação de vermes e parasitas do corpo.

O mastruz ajudará o corpo a eliminar o muco e o catarro, sendo então altamente indicado para grande parte dos problemas respiratórios e pulmonares, especialmente para os fumantes. Neste caso, duplamente indicado, pois a vitamina C também terá um grande papel contra os radicais livres oriundos deste hábito.

É possível ainda citar ao menos dois estudos diferentes da Banara Hindu University da Índia que comprovam que o mastruz é muito tóxico aos fungos, sendo então recomendado em forma de óleo ou cataplasma em partes afetadas do corpo.

Como usar o mastruz e aproveitar seus benefícios
O mastruz (ou mastruço) pode ser usado de duas formas, ingestão e aplicação externa. Caso não haja a possibilidade de encontrar o óleo de mastruz pronto para a aplicação, é possível preparar um composto caseiro que garantirá também os mesmos surpreendentes benefícios do mastruço.

Caso seja esta a situação, para usar de forma externa basta a compilação de um cataplasma através da maceração dos ramos. Aplica-se diretamente no local onde deseja-se obter os resultados.



Como fazer chá de mastruz

A forma mais usual e também a mais indicada para se consumir o mastruz é através de seu chá. Além de poder ser facilmente encontrado no comércio de ervas e também pronto em pacotinhos de supermercado, pode ser ligeiramente preparado com suas folhas.

Para fazer o chá, utiliza-se de 3 a 4 ramos de mastruz imersos em água fervente por mais ou menos 10 minutos. Em seguida, é necessário apenas coar e consumi-lo da forma que for mais agradável ao paladar, podendo ser adicionado açúcar, adoçante e até mesmo mel, garantido assim também os benefícios de todos os elementos.

Apesar de o chá ser o mais aconselhado, há paladares que preferem outras formas de ingestão. Neste ponto indicamos a vitamina de mastruço. Ela é preparada com leite e com a mesma quantidade de ramos do chá. Após adoçar de acordo com o seu gosto, bata em um liquidificador. Esta vitamina, aliás, é indicada para crianças entre 8 e 13 anos no tratamento e eliminação de vermes.

As contraindicações do mastruz

Não deve ser consumido por gestantes ou por mães em fase de amamentação.

OBS:
O Mastruz pode ser usado também em forma de suco feito com água ou leite. No caso do leite, pode ser quente ou frio de acordo com o gosto de cada um.