domingo, 22 de outubro de 2017

Mastruz e seus grandes benefícios à saúde

O mastruz, mastruço, ou erva-de-santa-maria, pode ser utilizado no tratamento de problemas respiratórios gerais, em casos de rouquidão ou mesmo câimbras. seu nome científico é Chenopodium ambrosioides, nativas da América Central Sul, suas folhas têm um tom escuro de verde e as flores têm um tom esbranquiçado. Possui um cheiro forte (agradável para alguns e desagradável para outros) e chega a crescer até 70 cm.
A planta pode ser encontrado em lojas especializadas em produtos naturais.



Sua constituição química inclui lepidina, polifenóis, flavonoides, alcaloides, ferro, arsênico e também vitamina C. Assim, é possível afirmar que o mastruz é excelente expectorante, cicatrizante, antifúngico, antiviral e etc. Pela vitamina C, poderá tratar sintomas de gripe e também casos de escorbuto. Além disso, é altamente recomendado para aqueles que procuram a eliminação de vermes e parasitas do corpo.

O mastruz ajudará o corpo a eliminar o muco e o catarro, sendo então altamente indicado para grande parte dos problemas respiratórios e pulmonares, especialmente para os fumantes. Neste caso, duplamente indicado, pois a vitamina C também terá um grande papel contra os radicais livres oriundos deste hábito.

É possível ainda citar ao menos dois estudos diferentes da Banara Hindu University da Índia que comprovam que o mastruz é muito tóxico aos fungos, sendo então recomendado em forma de óleo ou cataplasma em partes afetadas do corpo.

Como usar o mastruz e aproveitar seus benefícios
O mastruz (ou mastruço) pode ser usado de duas formas, ingestão e aplicação externa. Caso não haja a possibilidade de encontrar o óleo de mastruz pronto para a aplicação, é possível preparar um composto caseiro que garantirá também os mesmos surpreendentes benefícios do mastruço.

Caso seja esta a situação, para usar de forma externa basta a compilação de um cataplasma através da maceração dos ramos. Aplica-se diretamente no local onde deseja-se obter os resultados.



Como fazer chá de mastruz

A forma mais usual e também a mais indicada para se consumir o mastruz é através de seu chá. Além de poder ser facilmente encontrado no comércio de ervas e também pronto em pacotinhos de supermercado, pode ser ligeiramente preparado com suas folhas.

Para fazer o chá, utiliza-se de 3 a 4 ramos de mastruz imersos em água fervente por mais ou menos 10 minutos. Em seguida, é necessário apenas coar e consumi-lo da forma que for mais agradável ao paladar, podendo ser adicionado açúcar, adoçante e até mesmo mel, garantido assim também os benefícios de todos os elementos.

Apesar de o chá ser o mais aconselhado, há paladares que preferem outras formas de ingestão. Neste ponto indicamos a vitamina de mastruço. Ela é preparada com leite e com a mesma quantidade de ramos do chá. Após adoçar de acordo com o seu gosto, bata em um liquidificador. Esta vitamina, aliás, é indicada para crianças entre 8 e 13 anos no tratamento e eliminação de vermes.

As contraindicações do mastruz

Não deve ser consumido por gestantes ou por mães em fase de amamentação.

OBS:
O Mastruz pode ser usado também em forma de suco feito com água ou leite. No caso do leite, pode ser quente ou frio de acordo com o gosto de cada um.