sexta-feira, 27 de julho de 2018

Tomate preto. Você já conhece?

Você já ouviu falar do tomate preto? Pois é, achei bem interessante, então trouxe aqui para que você conheça um pouco mais sobre eles.
Cenouras roxas, aspargos brancos… A mania de trocar de cores nos alimentos naturais chegaram aos tomates, e viraram moda rapidamente. Não só os tons escuros chamam a atenção de quem olha, mas também eles são mais saudáveis do que as variedades vermelhas normais, de acordo com os cientistas. O novo tomate começa como uma fruta verde normal, mas amadurece para um vermelho vinho bem escuro, confundindo-se com preto.

Na sua venda, pela primeira vez este ano, o novo "Índigo Rose" foi cultivado por meio de cruzamento de plantas de tomate vermelho e roxo, e está sendo anunciado como um novo superalimento. Os cientistas nos Estados Unidos criaram tomates roxos contendo antocianina, um antioxidante para ajudar a combater diabetes e a obesidade.

As sementes são cultivadas em Devon e já estão liberadas para serem vendidas. Alfie Jackson, gerente do produto, disse:

"Eles não são tão doces como os tomates normais e têm um sabor um pouco mais salgado que o comum, e ele é bom assado ou consumido puro em saladas. Já existem alguns tomates de cor escura, mas Indigo Rose é o único tomate preto real e é o mais escuro que já foi criado".
O tomate negro foi criado pelo professor Jim Myers, da Universidade de Oregon, nos EUA e surgiu após um estudante de pós-graduação ficar interessado nos benefícios para a saúde contidos em tomates. Eles encontraram alguns tomates com pigmentação roxa, o que revelou que as antocianinas estavam fornecendo a cor, o mesmo constituinte dos blueberries. Os cientistas cruzaram os tomates roxos com alguns tomates selvagens e finalmente veio uma cepa preta. Esta é a primeira vez que eles estiveram disponíveis para compra no Reino Unido.

Uma compradora de sementes, Orla Forde, disse que 26% de todos os proprietários de imóveis no Reino Unido agora possuem uma horta.
"Uma geração inteira está redescobrindo os sabores delicados de legumes cozidos, vindos do próprio jardim", disse ela. "O aumento dos preços dos alimentos está impulsionando as famílias a se tornarem mais auto-suficientes".